Página 186-187 - Manual de Identificação de Plantas Infestantes - Hotifrúti

Versão HTML básica

184
185
Família Asteraceae
Sphagneticola trilobata
(L.) Pruski
N.V.: mal-me-quer, mal-me-quer-do-brejo, margaridão, picão-da-praia, vedélia.
Espécie herbácea perene que se desenvolve em todo o País, ocupando espontaneamente áreas cultivadas
mais úmidas, a exemplo daquelas com olericultura e fruticultura implantadas. Vegeta também em
margens de canais de irrigação e drenagem, e ao longo dos cursos d’água. Fornece pólen para abelhas-
europa. Utilizada como ornamental. Hospedeira do fungo
Cercospora apii
, que causa a cercosporiose na
salsa e no aipo.
Apresenta caule prostrado com enraizamento ao longo dos nós, capaz de formar densas populações.
Ramos com coloração verde ou avermelhada e revestidos por pilosidade. Folhas simples, desprovidas
de pecíolos, opostas cruzadas e com limbo ovalado, provido de margens recortadas, formando 3 lobos.
Inflorescência axilar do tipo capítulo isolado. Capítulos longo-pedunculados, margeados por brácteas
verdes e constituídos por flores de sexo separado. Flores femininas periféricas com corola ligulada,
lembrando pétalas de coloração amarela. Flores hermafroditas no centro do capítulo com corola tubulosa,
também de coloração amarela. Fruto do tipo aquênio. Pode ser identificada em campo utilizando-se o
conjunto: hábito da planta, folhas e morfologia do capítulo. Propagação por meio de sementes e por
fragmentação do caule.