Página 176-177 - Manual de Identificação de Plantas Infestantes - Hotifrúti

Versão HTML básica

174
175
Família Asteraceae
Solidago chilensis
Meyen
N.V.: arnica, arnica-brasileira, arnica-do-campo, arnica-silvestre, erva-de-lagarto, erva-lanceta, espiga-
de-ouro, lanceta, marcela-miúda, rabo-de-rojão, sapé-macho.
Espécie subarbustiva ou arbustiva, perene e que se desenvolve em todo o País, vegetando em áreas
cultivadas com olericultura e fruticultura, a exemplo da cultura do pêssego. Hospedeira de
Eurhizococcus
brasiliensis
, inseto sugador denominado de pérola-da-terra, que ataca videiras. Planta apícola. Partes da
planta são utilizadas na medicina popular.
Apresenta caule rizomatoso que permite a formação de um conjunto adensado de plantas com ramos
aéreos, retilíneos, verdes ou com pigmentação avermelhada, bastante enfolhados. Folhas alternadas
helicoidais, dispostas em nós muito aproximados, desprovidos de pecíolos e com o limbo lanceolado
típico. Margem percorrida por diminutas serras, com exceção do ápice. Inflorescência terminal e axilar
subterminal do tipo cacho de capítulos. Os capítulos assentam-se de forma alternada helicoidal no ápice
da planta e apenas em um dos lados do eixo nas inflorescências axilares subterminais. Cada capítulo
é margeado por duas séries de brácteas que protegem as flores femininas localizadas na periferia e
hermafroditas localizadas no centro do capítulo. Todas as flores possuem corola amarelo-ouro. Fruto
seco do tipo aquênio, coroado por uma série de pelos sedosos de coloração amarelo-paleácea. A espécie
pode ser reconhecida em campo por apresentar caules retilíneos com entrenós muito curtos e folhas
longo-lanceoladas dispostas de forma alternada helicoidal. No ápice dos caules, eleva-se uma longa
inflorescência amarela. Propaga-se por meio de sementes.