Página 132-133 - Manual de Identificação de Plantas Infestantes - Hotifrúti

Versão HTML básica

130
131
Família Asteraceae
Delilia biflora
(L.) Kuntze
N.V.: amorosa, delilia, espoleta.
Espécie herbácea anual que se desenvolve nas Regiões Nordeste, Sudeste e Sul do Brasil, vegetando
em áreas ocupadas por lavouras, pastagens, hortas e pomares, onde forma populações densas e com
comportamento indiferente às condições de umidade do solo e luminosidade. Citada em outras obras
com a denominação de
Elvira biflora
.
Apresenta caule ereto muito ramificado na base, ramos levemente quadráticos, verdes a ferrugíneos,
recobertos por pelos baixos esbranquiçados. Folhas simples, opostas cruzadas, como pecíolo parcialmente
escondido pelas inflorescências e pelas ramificações laterais jovens. Limbo lanceolado de base e ápice
agudos, piloso em ambas as faces e com margens discretamente serreadas. Inflorescência terminal e nas
axilas das folhas constituídas por um fascículo de flores. Flores com pedúnculo filiforme encimado por 3
brácteas arredondadas, uma delas maior, as quais protegem as verdadeiras flores emnúmero de 2. Flores
hermafroditas com corola tubulosa amarelada. Fruto seco do tipo aquênio envolvido pelas brácteas, o
qual é a unidade de dispersão da espécie. Pode ser reconhecida em campo pela inflorescência constituída
por um conjunto de flores sustentadas por pedúnculos filiformes, encimados por 3 brácteas arredondadas
que envolvem as verdadeiras flores de coloração amarelada. Propagação por meio de sementes.