Página 120-121 - Manual de Identificação de Plantas Infestantes - Hotifrúti

Versão HTML básica

118
119
Família Asteraceae
Chaptalia nutans
(L.) Pol.
N.V.: buglossa, chamama, costa-branca, erva-de-sangue, fumo-do-mato, língua-de-vaca, língua-de-vaca-
miúda, paraqueda, sanguineira, tapira.
Espécie herbácea, acaule, anual e que se desenvolve em todo o País vegetando em áreas cultivadas,
pastagens, terrenos baldios, hortas e pomares, onde é bastante comum. Mais rara na Região Norte do
Brasil. Partes da planta são utilizadas na medicina popular.
Apresenta folhas rosuladas, simples, lanceoladas, limbo com recortes profundos a partir da porção
mediana, que quase atingem a nervura central. O recorte apical apresenta margem ondulada e as folhas
são bicolores, verdes na face superior e acinzentadas com intensa pilosidade na face inferior. Inflorescência
do tipo capítulo, com longo pedúnculo, em número de 1 a 3 por planta, rodeado por 3 a 4 séries de
brácteas esverdeadas. Flores femininas e hermafroditas com corola rósea, assentadas no receptáculo
do capítulo. Fruto aquênio com tufo de pelos branco-acinzentados. Assemelha-se com
C. integerrima
,
podendo considerar as folhas como característica diferencial. Em
C. nutans
, a base e porção mediana
das folhas apresentam-se fortemente recortadas, quase atingindo o nervo central, já em
C. integerrima
,
como o próprio epíteto específico qualifica, as folhas possuem margem inteira com leves sinuosidades.
Propagação por meio de sementes.