Página 56-57 - Manual de Identificação de Plantas Infestantes - Hotifrúti

Versão HTML básica

54
55
Família Amaranthaceae
Amaranthus hybridus
L.
N.V.: bredo, bredo-gigante, bredo-vermelho, caruru, caruru-bravo, caruru-gigante, caruru-de-folha-larga,
caruru-roxo, chorão, crista-de-galo.
Espécie herbácea anual que se desenvolve nas Regiões Sudeste e Sul do País, onde se instala em áreas
hortícolas, a exemplo daquelas ocupadas por batata e tomate. Instala-se ainda em áreas cultivadas com
maracujá, banana, mamão, citros, goiaba, uva e manga. O desenvolvimento da espécie pode ser inibido
por meio do cultivo de leucena,
Leucaena leucocephala
.
Apresenta caule ereto, ramificado, verde compigmentação avermelhada. Folhas simples lanceoladas com
margem levemente ondulada ou inteira, com pecíolo longo e vermelho, dispostas de forma alternada
helicoidal. Inflorescência nas axilas das folhas e terminais, com eixo principal longo, estando constituída
por espigas de glomérulos com coloração avermelhada, podendo ainda apresentar-se verde, pigmentada
de vermelho. As flores são de sexo separado, ficando as masculinas nas pontas das inflorescências e as
femininas na base; tanto as masculinas quanto as femininas são rodeadas por brácteas. Flores com 5
tépalas, estas últimas substituem o cálice e a corola de cada flor. Fruto seco indeiscente. Dentre todos
os
Amaranthus
, esta espécie é a que mais se assemelha com
A. retroflexus
, da qual pode ser diferenciada
pelos seguintes critérios: em
A. hybridus
, as tépalas são lanceoladas ou ovalado-lanceoladas, com ápice
agudo, enquanto que em
A. retroflexus
, as tépalas são em forma de espátula, cujo ápice é arredondado e
com reentrância, podendo ainda existir um apículo. Propaga-se por meio de sementes.