Página 40-41 - Manual de Identificação de Plantas Infestantes - Hotifrúti

Versão HTML básica

38
39
Família Alliaceae
Nothoscordum gracile
(Aiton) Stearn
N.V.: alho-bravo, alho-silvestre, cebolinha-de-cheiro, lágrima, lágrima-de-virgem.
Espécie herbácea perene, que se desenvolve na Região Sul e no Estado de São Paulo. Vegeta em áreas
com lavouras, hortas, pomares, terrenos baldios e outros locais antropizados, cujos solos podem ser secos
ou úmidos, onde pode formar populações significativas e de difícil controle, em função da presença de
estrutura subterrânea com alta capacidade de propagação. Provavelmente a planta escapou dos jardins,
onde continua sendo cultivada em função do porte, da beleza e aroma das flores. Ocasionalmente os
bulbos são utilizados como condimento.
Apresenta caule subterrâneo do tipo bulbo, composto por bulbilhos altamente prolíficos e uma porção
aérea verde e cilíndrica, semelhante a um caule, com função de transportar as flores e os frutos. Folhas
radicais, desprovidas de pecíolos, verdes e ceríceas, sempre menores que o eixo da inflorescência.
Inflorescência terminal do tipo umbela, localizada no ápice do escapo. Flores pedunculadas, perianto
constituído por 6 tépalas de coloração branca, androceu com 6 estames de anteras amarelas e gineceu
tricarpelar. Fruto do tipo cápsula, contendo numerosas sementes. Pode ser reconhecida em campo através
das folhas e flores, que lembram as do alho cultivado. Propagação através de sementes e por meio dos
bulbilhos.