Página 320-321 - Manual de Identificação de Plantas Infestantes - Hotifrúti

Versão HTML básica

318
319
Família Convolvulaceae
Jacquemontia tamnifolia
(L.) Griseb.
N.V.: amarra-cachorro, campainha, corriola, corda-de-viola, jetirana.
Espécie herbácea anual que se desenvolve em todo o País, vegetando em áreas ocupadas por lavouras,
pastagens, hortas e pomares. Quando se instala em pomares de citros, enrola-se nos ramos das frutíferas,
dificultando a colheita. Ocorre nos cultivos demamão doNorte do Estado do Espírito Santo. Planta apícola.
Apresenta caule do tipo trepador volúvel com ramos abundantes, longos, cilíndricos, verdes a
avermelhados, revestidos por pelos longos esbranquiçados. Folhas simples alternadas, com pecíolo
discretamente canaliculado, avermelhado e também piloso. Limbo ovalado de base cordata, subcordata
a truncada, ápice agudo, piloso ou pubescente-acinzentado em ambas as faces e com as margens inteiro-
ciliadas a levemente sinuosas. Inflorescência axilar do tipo dicásio, com eixo piloso muito mais longo que
o pecíolo. Flores pedunculadas, cálice com 5 sépalas soldadas, apresentando pelos no dorso e nas margens
dos lobos, corola azul ou lilacina com 5 pétalas unidas, formando um tubo mais claro, androceu com 5
estames e gineceu bicarpelar. Fruto seco do tipo cápsula. Pode ser identificada em campo por meio dos
pelos longos, de coloração branca, que revestem os ramos, pecíolos, pedúnculos e folhas, acrescentando-
se a variação da base do limbo, que se apresenta cordata, subcordata, truncada ou atenuada. Propagação
por meio de sementes.