Página 318-319 - Manual de Identificação de Plantas Infestantes - Hotifrúti

Versão HTML básica

316
317
Família Convolvulaceae
Jacquemontia heterantha
(Nees & Mart.) Hallier f.
N.V.: campainha, corda-de-viola, corriola.
Espécie herbácea anual que se desenvolve nas Regiões Centro-Oeste, Nordeste e Sudeste do País,
vegetando em ambientes antropizados, a exemplo dos pomares domésticos e comerciais, especialmente
os do Estado da Bahia.
Apresenta caule trepador volúvel, verde com pigmentação vermelho-ferrugínea e recoberto por intenso
indumento de pelos brancos. Folhas alternadas, providas ou não de pecíolo, grossas e finalizadas por
um apículo. Limbo ovalado de base cordata ou cordiforme típico, revestido por intensa pilosidade,
margens com discretas ondulações serreadas. Inflorescência axilar do tipo dicásio, localizada sempre
em frente ao pecíolo ou à base da folha séssil, sendo constituída por um longo eixo que se eleva acima
do nível das folhas. Flores grandes, vistosas, de coloração azul-clara, curto-pedunculadas, cálice com 5
sépalas, corola com tubo alargando-se rapidamente na base e progredindo até o ápice, assemelhando-se
a uma campânula, evidenciando internamente as linhas de soldadura mais escuras entre as 5 pétalas e
as interplicas de coloração rósea e triangulares. Androceu com 5 estames de anteras desiguais e gineceu
bilobado com os lobos planos. Fruto do tipo cápsula. A espécie pode ser facilmente identificada em
campo pela textura das folhas e pelas flores em forma de campânula, de coloração sempre azul-clara.
Propaga-se por meio de sementes.