Página 308-309 - Manual de Identificação de Plantas Infestantes - Hotifrúti

Versão HTML básica

306
307
Família Convolvulaceae
Ipomoea quamoclit
L.
N.V.: boa-tarde, campainha, campainha-vermelha, cardeal, cipó-esqueleto, corda-de-viola, corriola,
esqueleto, flor-de-cardeal, primavera, primavera-grande.
Espécie herbácea anual que se desenvolve em todo o País, vegetando em áreas com lavouras anuais ou
perenes, a exemplo do café. Ocorre também em campos destinados à olericultura e fruticultura. Frequente
em pomares de laranja e goiaba e cultivos de banana e uva. Planta apícola.
Apresenta caule trepador volúvel ou rastejante, verde compigmentação avermelhada e ramificado. Folhas
alternadas, pecioladas e com o limbo profundamente recortado até a nervura central, sendo os recortes
linear-lanceolados, simulando folha composta. Inflorescência axilar constituída por um longo eixo que se
divide no ápice, formando um dicásio, podendo também ocorrer flores isoladas. Flores vistosas, longo-
pedunculadas e de coloração vermelha, cálice constituído por 5 sépalas desiguais e escuras, corola com
tubo reto, internamente branco e que se alarga gradualmente da base para o ápice, terminando em lobos
triangulares. Androceu com 5 estames e gineceu com estigma bigloboso, ambos brancos e exclusos no
tubo da corola. Fruto do tipo cápsula. Esta espécie diferencia-se das demais pela morfologia da folha,
cujo limbo se apresenta altamente recortado em segmentos lineares. Propagação por meio de sementes.