Página 284-285 - Manual de Identificação de Plantas Infestantes - Hotifrúti

Versão HTML básica

282
283
Família Convolvulaceae
Evolvulus anagalloides
Meisn.
N.V.: azul-rasteira, begô.
Espécie herbácea perene que se desenvolve na Região Nordeste do Brasil, vegetando em áreas ocupadas
com fruticultura. Fornece alimentos para abelhas. Recomendada para uso no paisagismo em função do
porte, textura das folhas e flores atrativas.
Apresenta caule prostrado, amplamente ramificado radialmente, ramos cilíndricos e revestidos por
pubescência acinzentada. Folhas simples, alternadas dísticas, pecíolo brevíssimo, limbo ovalado,
discretamente assimétrico, base cordata, ápice agudo, pubescente em ambas as faces e com as margens
inteiras. Inflorescência axilar constituída normalmente por 2 flores assentadas sobre um eixo curtíssimo.
Flores com pedúnculo piloso, mais longo que o eixo da inflorescência, cálice com 5 sépalas lanceoladas e
pubérulas, corola azul com 5 pétalas soldadas formando um tubo, lobos da corola emarginados e garganta
branca, androceu com 5 estames e gineceu com estigmas livres. Fruto seco capsular. Pode ser identificada
em campo pelo hábito prostrado, acrescentando-se a pubescência acinzentada que recobre caule, folhas
e sépalas, e pela inflorescência com eixo brevíssimo, constituída por 2 flores azuis. Propagação por meio
de sementes.