Página 198-199 - Manual de Identificação de Plantas Infestantes - Hotifrúti

Versão HTML básica

196
197
Família Asteraceae
Xanthium strumarium
L.
N.V.: abrolho, bardana-maior, carrapichão, carrapicho-bravo, carrapicho-de-carneiro, carrapicho-de-carneiro-
graúdo, carrapicho-grande, erva-dos-pergamaços, espinho-de-carneiro, hati-de-espinho, pergamaço.
Espécie subarbustiva anual que se desenvolve de forma espontânea nas Regiões Norte, Sudeste e Sul do
Brasil, instalando-se em áreas com lavouras anuais ou perenes. Instala-se também em áreas hortícolas,
ocupadas com cultivos de cenoura. Quando ocorre em pastagens, torna-se indesejável em função dos
frutos espinescentes que se prendem às lãs das ovelhas. Folhas da planta são utilizadas na medicina
popular. Hospedeira do fungo
Cercospora apii
, que causa a cercosporiose em espécies cultivadas da
família Apiaceae, a exemplo do aipo. Hospeda também o fungo
Plasmopara halstedii
, que causa o míldio
no girassol. Planta apícola.
Apresenta caule verde com pigmentação avermelhada, cilíndrico, canaliculado e revestido por esparsos
pelos ásperos. Folhas alternadas helicoidais, longo-pecioladas e com a base brevemente cuneada. Limbo
largo-triangular com as margens irregularmente recortadas e os recortes apresentando dentes ou serras.
Inflorescência axilar e terminal constituída por um fascículo de capítulos de sexo separado. Capítulos
masculinos situados sempre acima dos femininos e de tamanho reduzido. Capítulos femininos com
formato oblongo, margeados por um invólucro de brácteas soldadas e providas de cerdas rígidas, as
quais protegem apenas os carpelos do gineceu. Na maturação o invólucro de brácteas incorpora os frutos
do tipo aquênio, tornando-se uma só estrutura, a qual denominamos de fruto. Propaga-se por meio de
sementes.